Itália parte 2

Olá Pessoal!!!

Neste post vou falar sobre as malas e o que levar.

Levamos duas malas de mão e uma mochila (daquelas próprias para bebês). Na mochila tinha uma troca de roupa para a criança e outra para a bebê, mamadeira para as duas, fralda para as duas, bolachas, papinhas e itens de higiene para viagens específicos para bebês.

Na malas de mão, colocamos remédios, máquina fotográfica, mais uma troca de roupa para cada uma delas e uma troca de roupa para nós. Além de mais fraldas.

Blog de dicas falando: levamos muito mais coisa nas malas de mão do que realmente usamos. (Fizemos uma outra viagem com bem menos coisas).

Nas malas, levamos roupas, itens de higiene, fraldas entre outras coisas. Levamos somente fraldas e lenços umedecidos para no máximo 2 dias. Compramos lá, inclusive fraldas para piscina e lenços umedecidos.

Não levamos papinhas para a bebê. Lá na Itália as papinhas da Nestlé são somente doces. Exitem as salgadas de marcas italianas, porém apenas uma é completa. As outras os potinhos são separados em carnes, vegetais, legumes. Você precisa comprar e fazer a mistura em um outro potinho.

Leite para a criança nós compramos lá também. A bebê ainda mamava leite materno.

Nesta primeira viagem para lá ficamos na casa de uma prima e, em outras cidades, ficamos em hotéis. Os hotéis não possuem frigobar.

Blog de dicas falando: se você for para lá com bebês ou crianças muito pequenas, optem por alugar casas/apartamentos ou até flats.

No próximo post vou falar sobre as cidades que ficamos, hotéis e passeios que fizemos.

Beijocas Mil!

Link para o post anterior: http://www.blogdedicas.com.br/2018/08/28/italia-parte-1/

 

Itália parte 1

Olá, Pessoas!!!

Nesses próximos posts vou contar nossa aventura pela Itália com uma criança de 3 anos e 6 meses e uma bebê de 8 meses.

Primeiro vou começar a falar sobre o voo.  O nosso voo era com escala em Portugal. Teve atraso na decolagem e por isso quando pousamos em Portugal tivemos que correr para não perder a conexão.

Blog de dicas falando: Sempre que for comprar voos com escala, pegue os que tenham pelo menos 5 horas de conexão. Caso dê algum problema vocês não precisarão correr para não perder o outro voo.

Pedimos comida especial para a criança e especial para a bebê. Como compramos as passagens com antecedência, reservamos os assentos disponíveis para o bercinho da bebê. Assim que entramos, foi dado kits para as crianças.

Reservamos inclusive o bercinho. E foi uma ótima escolha. Quando a bebê dormiu, eu a coloquei no bercinho em frente ao meu assento e eu pude dormir mais tranquila (sem aquele medo de derrubar a bebê). Somente durante a decolagem e o pouso é que a bebê não pode ficar no bercinho.

No trecho Portugal – Itália também pedimos comida especial para a criança e especial para a bebê. Como o tempo de voo é curto não tinha bercinho.

No retorno para o Brasil, não foi feita a reserva dos assentos com antecedência. Por esse motivo não pudemos utilizar o bercinho.

Blog de dicas falando: Reservem com antecedência os assentos do voo de volta também.

Nosso voo de volta também era com conexão em Portugal. O voo estava marcado para as 17 horas (horário local). Como estávamos de carona, tivemos que chegar ao aeroporto as 10 horas. Foi tranquilo ficar com as crianças. O único problema foi a bagagem, pois só pudemos despachá-las 2 horas antes do voo. As malas já estavam lacradas. Como sabíamos que teríamos que ficar muito tempo no aeroporto, já preparamos a mala de mão com tudo que poderíamos precisar.

Nesse tempo em que ficamos no aeroporto, a bebê dormiu no canguru e a criança dormiu no carrinho.

Nos próximos posts conto como foram os dias e as aventuras.

Beijocas mil!!!

Link para o próximo post: http://www.blogdedicas.com.br/2018/08/28/italia-parte-2/